Volta às Aulas – Protocolo de Segurança

Volta às Aulas – Protocolo de Segurança

PROTOCOLO PARA VOLTA ÀS AULAS PRESENCIAIS

Com a pandemia da Covid-19 e pensando sempre na proteção e bem-estar dos nossos(as) alunos(as) e funcionários(as) na retomada das aulas presenciais, devemos proteger e cuidar de toda a nossa comunidade escolar, primordialmente, de sua saúde integral, mediante a adoção dos protocolos de seguranças determinados pelo governo do estado. Ancoradas nas múltiplas dimensões de cada pessoa, assumimos o compromisso de prover as condições essenciais para a prevenção e para a proteção das nossas vidas. Para tanto, reforçamos o pacto entre as famílias, os(as) estudantes e a Comunidade Escolar.

Neste contexto, apresentamos as normas de convivência fundamentais dentro do nosso espaço, na certeza de que com a parceria Família/Escola as medidas adotadas proporcionarão um retorno gradual e seguro.

I – PROTEÇÃO/PREVENÇÃO

– Uso da máscara de forma obrigatória e contínua por todas as dependências da Escola, exceto para os(as) alunos(as) do Maternal I. Os(as) estudantes(as) deverão portar mais de uma máscara para a troca sempre que estiver suja ou úmida e ainda acomodá-las em sacos plásticos individuais, na hora das refeições.

– Termômetros digitais para aferição diária da temperatura e tapetes sanitizantes de calçados encontram-se disponíveis nos portões de entrada da Escola.

– Totem e Dosadores de álcool gel estão distribuídos por todo ambiente escolar. – Desinfecção dos espaços e dos objetos acontecerá de forma sistemática.

II – DISTANCIAMENTO SOCIAL

– A fim de cumprir com rigor as normas de distanciamento de 1,5m entre as bancas escolares, as turmas (quando necessário) serão submetidas a um rodízio que irá intercalar atividades presencial e on-line (ensino híbrido).

– Sempre que possível as aulas presenciais acontecerão em área aberta.
– Nas salas de aulas, os assentos dos alunos serão fixos e haverá marcação de lugares.

– O horário do lanche fará parte da rotina dos estudantes e acontecerá em sala de aula (Jardim I ao 5o Ano).

– Os recreios continuarão em horários alternados e serão monitorados para que seja respeitado o distanciamento social .

– Os eventos presenciais (comemoração de datas festivas) estão suspensos e a Primeira Eucaristia não acontecerá este ano.

– Com o objetivo de evitar aglomerações solicitamos que as famílias atendam rigorosamente aos horários estabelecidos de entrada e saída, que não permaneçam nas dependências da escola e ainda que apenas um portador busque o aluno.

III – ACOLHIMENTO/ ACOMPANHAMENTO SOCIOEMOCIONAL

A educação socioemocional, parte essencial da nossa proposta pedagógica, reconhece as múltiplas inteligências dos/as estudantes, eles/ elas são desafiados a gerir melhor as emoções e os pensamentos. Aprendem a lidar com as adversidades e a compreender que, nem sempre, as coisas acontecem da forma como desejam/ esperam, mas, mesmo assim, sabem reagir bem a cada situação.

Realizaremos avaliações diagnósticas e formativas, durante os processos de ensi- no-aprendizagem, levando em consideração as competências e as habilidades elencadas na Base Nacional Comum Curricular (BNCC), que determina os conhecimentos e as habilidades essenciais que todos os alunos e alunas têm o direito de aprender. Sendo assim, atendemos aos princípios de respeito às diferenças, identificando e solucionando conflitos das aprendizagens/ ensinos. A escola informará o formato/ calendários das avaliações (presenciais ou remotas), conforme o planejamen- to reflexivo e adequado às demandas de cada nível de ensino.

IV – INÍCIO DO ANO LETIVO /2021

Estamos aguardando o fechamento da Matrícula para divulgar a relação do rodízio por Turma.

V – COMUNICAÇÃO

– Medidas de prevenção por meio de materiais visuais estão afixados no nosso espaço.

– Caso o estudante (ou membro da família que more na mesma residência) seja diagnosticado com COVID-19, a Escola deve ser comunicada e, mesmo assintomático, o aluno precisa ficar em casa por 14 dias.

– Não devem vir à Escola alunos(as) que pertençam a grupos de risco, assim como aqueles que apresentem os seguintes sintomas: febre (temperatura >37,8o) ou calafrios; dor de garganta; dor de cabeça; tosse; fadiga; perda de paladar ou de olfato; dor muscular; náusea ou vômito; falta de ar ou dificuldades de respirar; congestão nasal ou coriza; diarreia.

– Havendo definições de novas diretrizes, comunicaremos imediatamente aas famílias.

Clique aqui para fazer o download do comunicado.